BuscaPé, líder em comparação de preços na América Latina
BuscaPé, líder em comparação de preços na América Latina

quinta-feira, 25 de março de 2010

A arte de ilustrar plantas


Como todo processo de profissionalização, o desenvolvimento deste ofício é de natureza lenta e progressiva e vai se fundamentando com a prática , quase diária, da atividade. Para se tornar um ilustrador botânico não falamos de início em "talentos inatos" como única condição para a formação do artista. Partimos do pressuposto que uma pessoa goste de desenhar , que , ao longo de sua vida , tem aproveitado momentos oportunos para praticar o desenho. Somado a isto temos que considerar também o gosto e certo grau de sensibilidade às causas ambientalistas, fator importante e motivador para a prática da arte botânica. Aí temos os ingredientes necessários para a formação do artista botânico.
Os passos do trabalho do trabalho do ilustrador botânico, em linhas gerais, são:
1- Observação e análise do material a ser registrado;
2- Elaboração de esquemas gráficos (esboços) evidenciando formas e proporções ;
3- Registro gráfico de texturas características do vegetal, do volume, detalhamentos e cortes do material em estudo;
4- Transporte da figura para o papel definitivo;
5- Acabamento do trabalho (arte finalização) que pode ser em branco e preto utilizando-se o grafite ou o Nanquim e também em cores ,empregando geralmente a aquarela ,neste caso .
Como vemos, não se trata de um trabalho rápido. Desde a primeira etapa usamos muita atenção e concentração, observamos todas as características do vegetal como forma, tamanho, tonalidades, textura da superfície das folhas, tipo de nervuras, disposição das folhas e ramos ao longo do caule, peças que compõe as flores, enfim, todas as características que, em conjunto, nos auxiliem a descrever graficamente o vegetal.
Ao lado dos aspectos puramente descritivos da ilustração, há também os de caráter expressivo,isto é , os que dizem respeito mais diretamente à arte gráfica ou pictórica. A utilização de conteúdos artísticos na obra é que garante a marca do artista , a personificação de sua obra , sua forma de expressão , sem os quais não poderíamos considerar 'artística' esse tipo de atividade. Denominamos propriamente "Arte botânica" pois o ilustrador para produzir uma obra realmente bela, que impressione o observador , terá que usar dos recursos das artes plásticas como movimento, ritmo, equilíbrio , buscando a harmonização de sua composição artística.

     Um dia eu chego lá! 

3 comentários:

Alexandre Jay disse...

Nice work! It reminds me of Japanese style art.

Anônimo disse...

Por que nao:)

Lis disse...

Por que não oquê?Não entendi a pergunta, me desculpe.

Anúncio provido pelo BuscaPé